WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de atendimento ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Fale Conosco!
Oi, como posso ajudar?

Skip links

Juíza suspende cobrança de taxa GRT do Detran

Share

A GRT é uma taxa fixa no valor de R$ 202,55, da qual constam as taxas de licenciamento e de emissão de CRLV.

Os proprietários de veículos não terão mais que pagar a Guia de Recolhimento de Taxas (GRT) do Detran do Rio, no valor de R$ 202,55.

De acordo com decisão dada pela Justiça na última quarta-feira, a autarquia também fica impedida de exigir a autodeclaração pela qual os motoristas passaram a se responsabilizar pelas condições de segurança dos seus veículos.

A GRT é uma quantia que engloba as despesas de licenciamento anual e de emissão do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

Mas isso é definitivo? Não precisa pagar a Guia de Recolhimento de Taxas (GRT)?

A decisão é uma liminar, com efeito provisório, para proteger os direitos coletivos até o fim do processo. E foi proferida pela juíza Maria Teresa Pontes Gazineu, da 16ª Vara de Fazenda Pública.

Cabe recurso, e ainda será julgada a decisão final posteriormente.

Por ora, a ordem terá que ser cumprida a partir do momento em que o Detran for notificado.

O Tribunal de Justiça (TJ) informou nesta quinta-feira que a liminar será enviada para a central de mandados, mas não deu um prazo.

Mas e o DETRAN?

O Detran afirmou que os procedimentos continuam os mesmos, visto que a autarquia ainda não foi notificada.

A Procuradoria-Geral do Estado, por sua vez, informou que vai recorrer, e, no recurso, pretende esclarecer os detalhes do novo procedimento de vistoria que fundamentam a cobrança.

Mas porque isso agora?

Essa foi uma decisão dada em resposta a uma ação civil pública do Ministério Público estadual, que considerou injusta a manutenção da cobrança dupla de taxas.

O MP também contestou o fato de os motoristas não terem subsídios para comprovar a regularidade veicular e, em função disso, poderiam até responder criminalmente por falsas informações.

O Tribunal de Justiça não esclareceu se a taxa será extinta integralmente ou se o CRLV poderá ser cobrado separadamente.

Atualmente, a GRT inclui o licenciamento referente à vistoria (R$ 144,68) e o documento (R$ 57,87).

Eu já paguei a taxa GRT, vou ser Ressarcido?

Na ação civil pública, o MP reclama que foram prejudicados proprietários que já eram isentos da vistoria. Isso porque, até o ano passado, era cobrada deles apenas a taxa de expedição do CRLV, no valor de R$ 55,72 (quantia relativa a 2018).

“[…] Está o Estado se desincumbindo de sua atividade fiscalizatória e, simultaneamente, transferindo ao proprietário/consumidor (…) ônus incompatível com a presunção de sua hipossuficiência”, argumenta o MP.

Presidente da Comissão de Trânsito da OAB-RJ, o advogado Armando de Souza explicou que quem já pagou a GRT em 2019 só poderá exigir o ressarcimento se a decisão final (de mérito) confirmar o que diz a liminar.

Na avaliação dele, caso a liminar seja derrubada, quem não tiver quitado estará protegido de juros.

“Tão logo seja intimado, o Detran deverá cumprir a determinação sob pena de desobediência”, disse Souza.

Vamos aguardar a decisão final!

Não Perca o seu direito de dirigir!

Fale Conosco e Recorra Agora Mesmo!

Atendimento PorWhatsapp

Atendimento FacebookMessenger

Central de AtendimentoLiberty

Opinions

  1. Comentários

    Porque a vistoria do GNV no Itetran é tão cara? R$220,00, aqui em bangu no rio de janeiro! Um absurdo! Existe uma tabela?

    Permalink

Deixe seu comentário